A tranquilidade e a beleza de Cunha-SP

Esse destino estava nos meus planos já há algum tempo e, finalmente pudemos conhecer essa cidade onde a tranquilidade, os campos de lavanda, cervejas artesanais e cachoeiras tornaram a nossa estadia simplesmente relaxante e deliciosa.

Então vamos lá!

O que fazer em Cunha:

1. O Lavandário é um dos melhores lugares para você visitar na cidade. Abre somente às sextas, aos sábados e aos  domingos das 10h até o pôr do sol.

A entrada custa 10 reais por pessoa e maiores de 60 anos pagam meia-entrada.

O acesso até o campo pode ser feito de carro. 

Tem uma lojinha que você pode adquirir os produtos feitos com os óleos essenciais e as plantas da região. Ao lado, um lugar para tomar café.

No Lavandário
A loja dos produtos locais
Eu no meio das lavandas (:
A entrada da loja do Lavandário

2. O Contemplário é mais uma opção para quem deseja estar entre plantações de lavanda, alecrim, capim limão e outras plantas aromáticas.

Você não paga nada para entrar!

O local oferece produtos fabricados com a essência das lavandas cultivadas e processadas em laboratório próprio, além de artesanato e produtos de Cunha.

Aberto de segunda-feira à quinta e aos domingos,  das 10h às 18h.

Está localizado na Rodovia Cunha-Paraty, km 61,5. .

Há um deck de madeira no meio das plantações para tirar foto ou simplesmente admirar e sentir o perfume das lavandas.

 

O Contemplário
As plantações de lavandas
Mais lavandas!

3. A cervejaria artesanal Wolkenburg, tocada pelo casal Thomas e Heike. Ele é alemão, ela brasileira. Seus produtos são feitos segundo a Lei de Pureza Alemã de 1516, que estabelece que somente são permitidos cevada maltada, lúpulo e água na sua elaboração. 

Não há quaisquer produtos químicos, portanto a cerveja deve ser mantida em local fresco, longe da luz solar e deve ser observada a data de validade do produto.

São produzidos 4 tipos de cervejas na propriedade: Fit, Helless, Landbier e a Dunkel.

Pedimos uma porção de salsichas, acompanhada de chucrute e bretzels fresquinhos e quentes. Os melhores que já comemos até agora.

Para chegar até a  propriedade é necessário pegar aproximadamente 2 km de estrada de terra. Você vai encontrar algumas galinhas no caminho e depois lindas hortênsias na entrada da cervejaria, que é conhecida como a Cerveja de Cunha. O endereço é Rod. Cunha-Paraty, Km 65.

Cervejaria Wolkenburg
Produção das cervejas

4. A Cachoeira do Pimenta, com várias quedas d´água, é a mais visitada pelos turistas em Cunha-SP.

O acesso é fácil. A estrada é de terra, mas um carro comum chega facilmente até lá. Você poderá estacionar pertinho da cachoeira.

Quando estiver chegando perto vai avistá-la da estrada.

Dá para tomar um banho, mas sempre com muito cuidado! A correnteza é forte.

Cachoeira do Pimenta vista da estrada
Cachoeira do Pimenta

5. A Pedra da Macela estava no nosso roteiro, mas infelizmente chegamos muito tarde para subir até lá.

Pegamos a estrada de terra e em um determinado ponto você terá que ir caminhando. Não é possível subir de carro. Por isso não daria tempo para pegarmos o pôr do sol. Que pena!

Dizem que tem uma vista linda.

6. Visite o centro de Cunha. Ele é bem pequeno e você poderá fazê-lo em pouco tempo. A melhor parte é perto da igreja Matriz.

Dois dias inteiros são suficientes para fazer esse roteiro.  Recomendo um final de semana, pois a maioria dos lugares permanece aberto.

7. Cunha é conhecida também por sua renomada arte de cerâmica, caracterizada pela diversidade de técnicas e estéticas em sua produção. Tem mais de 20 atêliers. O que visitamos foi o Suenaga & Jardineiro, na Rua Dr. Paulo Jarbas da Silva, 150 – Cunha-SP.

Na Casa do Artesão é possível encontrar um pouco de cada coisa. Cerâmicas, artesanatos e outros                produtos locais.

8. Em Cunha você tem um marco histórico: o importante trecho da Estrada Real, o antigo caminho do ouro, onde as riquezas das Minas Gerais eram escoadas até o porto de Paraty com destino a Portugal.

Sobre a nossa hospedagem:

O Latitude Lodge foi uma experiência incrível! Os 5 containers muito bem decorados com uma mini cozinha muito bem equipada, uma cama super confortável, lareira e a varanda com uma vista linda das montanhas. Privacidade, conforto e bom gosto definem o lugar.

Está localizado na Rua Dr. Paulo Jarbas da Silva, S/N – Cunha-SP

Uma delicia de lugar para se hospedar
Vista da varanda do Latitude Lodge

 

Onde comer:

O melhor restaurante da cidade na minha opinião é o Aleliê & Restaurante Drão, na Alameda Lavapés 560 – Vila Rica – Cunha-SP. Uma delícia!

Ao lado da Igreja Matriz tem a Doceria da Cidinha com doces muito gostosos, na Rua João Manoel                Rodrigues, 129, Cunha-SP. Vale a pena prová-los!

Doceria da Cidinha

Outra opção:

Caso você queira ir até Paraty, que é uma graça de cidade, reserve um dia a mais, pois a cidade está a 45km de Cunha. A estrada é estreita e levará um pouco mais de uma hora para chegar até lá.

 

Deixe uma resposta

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

Translate »