Bruges, uma das mais belas cidades da Bélgica

Bruges é sem dúvida, uma das mais belas atrações da Bélgica. Seu pequeno centro do século XIII não mudou muito com o passar do tempo. Suas ruelas estreitas com arquitetura medieval estão entre as mais bem preservadas da Europa.

Os canais que rodeiam a pequena cidade, dá o apelido a Bruges de “Veneza Belga”.

Em cada esquina você se depara com um lugar mais lindo do que o outro!

Bruges floresceu na Idade Média como o principal mercado de tecidos da Europa.

Seus canais tinham ligação direta com o mar e isso facilitou muito o comércio com outros países.

Acredita-se que a primeira bolsa de valores, ou seja, o local onde os comerciantes se reuniam para a realização de negócios relacionados a participações e cotas em empresas, tenha surgido em 1487, em Bruges.

Posteriormente, a rica e próspera cidade, caiu no esquecimento por quase 300 anos, o que permitiu a preservação da sua estrutura medieval até os dias de hoje.

Como chegar

Se você estiver em Paris, pegue o trem que parte da estação “Gare Du Nord” em direção a Bruxelas e depois outro em direção a Bruges. O tempo aproximado da viagem é de 2h40. Melhor sair cedo para aproveitar o passeio. Pule da cama as 6h e vá com a passagem já comprada.(:

Pegamos o trem das 6h15.

Para retornar faça o trajeto inverso. Bruges-Bruxelas-Paris.

Assim foi como eu cheguei da primeira vez em Bruges.

Eu queria voltar e ficar por pelo menos uma noite e vê-la toda iluminada.

Meu marido queria conhecer a tal cidade que eu tanta falava. Decidimos então, agora em fevereiro, passar 2 dias para comemorar nosso aniversário de casamento. Fomos de carro a partir de Amsterdam.

Ele me disse que Bruges era tudo o que eu falava e um pouco mais. (:

O que fazer em Bruges:

  1. Antes de mais nada, caminhe pela cidade, por seus canais, em direção à praça principal (Markt). Tudo fica bem próximo a partir desse ponto.
  2. Faça o passeio de barco pelos canais da cidade. É lindo. Você vê Bruges sob outra perspectiva. Preço: Adultos 10 euros, crianças 6 euros
  3. Conheça a igreja onde está a Madonna de Michelangelo. A única obra do artista que está fora da Itália.
  4. Há também a Igreja do Sangue Sagrado, onde se acredita que a relíquia é uma parte do tecido que cobriu Jesus no sepultamento. Na época, aqueles que eram crucificados não tinham direito ao sepultamento, mas José de Arimateia conseguiu com Pilatos a permissão de retirar o corpo de Jesus da cruz. Não há provas concretas, mas acredita-se ser uma parte do tecido que cobriu Jesus após sua morte.
    Assisti à missa e depois foi tocar no vidro que protegia a relíquia.
    Lá estava escrito: Tudo é uma questão de fé. 
  5. Se quiser ver Bruges do alto, suba na Belfort, a torre medieval que está na praça principal. São 366 degraus e você terá uma das melhores vistas da cidade. Preço: Adultos 12 euros, entre 6 a 25 anos são10 euros.
  6. Veja a bela arquitetura do museu do antigo hospital Sint-Jans. Se não quiser visitar o museu, veja como é lindo o antigo hospital.
  7. A praça da prefeitura (Burg) também é muito bonita e lá está a Igreja do Sangue Sagrado.
  8. Historium Brugge – uma maneira gostosa de conhecer a história local através de imagens e da narração de um personagem (localiza-se na Markt). Acesse museu
  9. Visite as várias lojas dos deliciosas chocolates belgas. Um dos meus preferidos é o Pierre Marcolini (você encontrará na Markt ao lado da loja da Godiva).
  10. Conheça a famosa loja de enfeites de natal Käthe Wohlfahrt. São caros, mas lindos.
  11. No museu Gruuthusemuseum eles mostram os 3 períodos mais importantes de Bruges. (Eu preferi o Historium Brugge, onde fui da primeira vez, é mais divertido) Preço: de 26 a 64 anos são 12 euros, maiores de 65 são 10 euros, de 18 a 25 anos são 10 euros e abaixo de 18 anos não paga.
  12. Prove da cerveja belga!
  13. Aproveite a cidade. Não adianta querer fazer tudo em uma tarde.

Se você for passar somente o dia na cidade, eu acho que os itens 5 e 11, podem demandar tempo, principalmente se tiver filas.

Onde comer:

Adorei o Bistro Christophe, na Garenmarkt, 34.

Dica: profiteroles de sobremesa (é de comer rezando!)
Faça reserva antes.

Waffes – Gostei muito do Otto. Você come um delicioso waffle olhando para o canal. Mas não tem lugar para sentar. Come-se em pé.

Onde se hospedar:

Hotel De Orangerie acesse aqui

Kartuizerinnenstraat, 10

Não se esqueça do seu chip de viagem 

Conheça um pouco mais de Bruges através das nossas fotos e apaixone-se (:

Um dos canais de Bruges

 

Passeio de barco
Na Markt (praça principal)

 

A cidade vista da Belfort, a torre medieval situada na praça principal
A Madonna de Michelangelo
A vista noturna é linda ou não é? (:
A loja dos enfeites de natal
O antigo hospital
Caminhando por Bruges

 

 

4 Comment

  1. Tamara Cerqueira says: Responder

    Impressionante ainda existir lugares no mundo que mantém a identidade de épocas passadas!! É viajar no tempo!! Lindeza de Bruges, pérola da Bélgica, tão bem mostrada nesse blog!!’

    1. Obrigada Tamara! É realmente uma jóia de lugar.

  2. ANGELA MARTINS says: Responder

    Uma viagem que adoraria fazer. Um encanto de lugar! Amei as fotos e esse roteiro. Já na minha lista de desejos!

    1. Obrigada Angela! Tenho certeza que você vai gostar muito. Não conheço uma pessoa que não gosta de Bruges.

Deixe uma resposta

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

Translate »