Descobrindo Ouro Preto, em Minas Gerais.

Ouro Preto tem um dos conjuntos mais completos de arte barroca do mundo!

Essa arte se faz presente nas igrejas, em esculturas de santos, anjos e cenas bíblicas.

A cidade possui uma beleza marcada pela arquitetura colonial, montanhas, trilhas, cachoeiras, minas de ouro, além do artesanato local.

Suas ruas estreitas e ladeiras de pedras, revelam um conjunto arquitetônico inigualável!

Seu povo simpático e atencioso torna essa viagem ainda mais agradável.

Eu sugiro que você disponha de três dias para visitar a cidade e não se esqueça de preparar um bom par de tênis ou um calçado confortável para caminhar pelas ruas de Ouro Preto.

ourop1

ourop2
Lindo pôr-do-sol na esquina da Praça Tiradentes
ourop3
Vista da cidade do Grande Hotel de Ouro Preto, projetado pelo renomado arquiteto Oscar Niemeyer.
FullSizeRender (31)

O que visitar:

1. A Praça Tiradentes, a principal da cidade.
ourop5

 

2. A Paróquia Nossa Senhora da Conceição.

Onde você verá as obras do Aleijadinho. A entrada custa R$ 10,00 e R$ 5,00 para estudantes.

As outras igrejas certamente merecem uma visita, bem como a Igreja de São Francisco de Assis, a da Nossa Senhora das Mercês e Perdões e a da Nossa Senhora do Carmo, uma das últimas grandes obras do arquiteto Manuel Francisco Lisboa, pai do Aleijadinho.

FullSizeRender (30)
Igreja de São Francisco de Assis

3. O Museu da Inconfidência, aberto de terça a domingo.

4. A Igreja São Francisco de Assis,  em estilo rococó, está localizada bem em frente da feirinha de artesanato. Em 2009  foi classificada como uma das Sete Maravilhas de Origem Portuguesa no Mundo!

5. O Museu Casa dos Contos. Atualmente é sede do Museu da Moeda além de sério Centro do Ciclo do Ouro.

É possível visitar uma senzala em seu  interior.

6. A Mina da Passagem, localizada entre Ouro Preto e Mariana. A visitação é bem interessante, esta mina foi aberta com explosivos e você verá como era extraído o ouro do local.

O cenário do interior da mina impressiona!

Desde a sua fundação no início do século XVIII, foram extraídas aproximadamente 35 toneladas de ouro.

Endereço: Rua Eugenio E. Rapallo, 192 – Passagem de Mariana.

ourop6
Descendo para as galerias subterrâneas.

 

ourop7
Lago natural formado após a perfuração do lençol freático.

ourop8

 

7. A Mina du Veloso, diferentemente da acima descrita, foi aberta e escavada pelos escravos. A região possuía um conjunto de vastas minas que adentravam morros e planícies de Vila Rica. Os escravos com muita habilidade extraíam o tão apreciado Ouro Preto.

O endereço é Rua Platina, 34, no bairro de São Cristóvão (Veloso) – Ouro Preto.

ourop9

8. A cachoeira das Andorinhas que fica a alguns poucos quilômetros do centro de Ouro Preto.

Vale a pena conhecer! Mas prepare-se para caminhar um pouquinho!

ourop10

Onde comer:

Vale a pena provar da deliciosa comida mineira no restaurante Contos de Réis. O local já foi uma senzala de um preservado casarão do século VIII.

 ourop11
ourop12
No restaurante Contos de Réis, que já foi uma senzala.

O restaurante que mais gostamos, no entanto foi o Passo Pizza Jazz, na rua São José, nº 56. Delícia de comida em um lugar bem legal!

ourop13
O Passo Pizza Jazz

 

Onde se hospedar:

O Hotel Pousada do Arcanjo é o primeiro hotel temático de Minas Gerais. Os quartos são confortáveis, tem ar condicionado (a maioria dos hotéis em Ouro Preto não tem). Um café da manhã super farto e gostoso. O pessoal da recepção é de uma simpatia ímpar! Eles me deram a maior parte das dicas que eu procurava, no maior entusiasmo.

Embora o hotel esteja localizado um pouco distante da Praça Tiradentes, eles disponibilizam uma Van para levar os hóspedes ao centro da cidade, como cortesia do hotel. Eu adorei!

 

Deixe uma resposta

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

Translate »